HIPERPLASIA FIBROSA INFLAMATÓRIA

  • Beatriz Marim de Oliveira
  • Ana Paula a
  • Leonardo Monteiro da Silva
  • Antonio Carlos Gargione
  • Cyra Maria Pires de Carvalho Bianchi
  • Tahyná Duda Deps
  • Marcus Vinicius Crepaldi
  • Adriana Aparecida Crepaldi
  • Andrei Rosa

Resumo

A hiperplasia fibrosa inflamatória corresponde a um crescimento tecidual benígno decorrente de fatores irritantes crônicos de baixa intensidade, como traumas mecânicos constantes provocados por próteses mal adaptadas. Uma das áreas mais susceptíveis ao surgimento é a mucosa bucal, e em sua fase inicial, esta se apresenta indolor e de evolução lenta, levando assim o paciente a procurar o tratamento tardio. O aparecimento da hiperplasia fibrosa inflamatória está associado ao uso prolongado de prótese dentária que na grande maioria apresenta falhas de adaptação causando malefícios aos pacientes. O estudo foi realizado através da revisão de literatura utilizando como fonte livros e artigos, para ampliar o conhecimento sobre o assunto. Conclui-se que é essencial que o cirurgião-dentista esteja qualificado para realizar um diagnóstico correto visando uma terapêutica eficiente, promovendo o reestabelecimento da saúde oral do paciente, visto que se refere a uma lesão de frequente aparição nos serviços odontológicos.

Biografia do Autor

Beatriz Marim de Oliveira

Cirurgião dentista, aluna do curso de Esp. Em Prótese Dentária, FAIPE.

Ana Paula a

Mestre em Ortodontia (UNIARARAS), Esp. em Ortodontia (FAIPE), docente da Pós-Graduação em Ortodontia FAIPE e graduação em Odontologia FAIPE

Leonardo Monteiro da Silva

Cirurgião dentista, Esp. em Endodontia e Prótese Dentária, Coordenador e docente da graduação em Odontologia FAIPE

Antonio Carlos Gargione

Doutor em Odontologia (UNITAU/TAUBATÉ), Especialista em Periodontia (FUNORTE/MONTES CLAROS), Odontoligia Hospitalar (IIEP AE/SP) e Gestão de Pessoas e Organizações (UNIRONDON), docente da graduação em Odontologia FAIPE

Cyra Maria Pires de Carvalho Bianchi

Cirurgiã dentista, Mestre em Ciências da Saúde, Especialista em Periodontia (FASERRA/MT), Dentística (UNIC/MT), Microbiologia (UNOESTE/SP), docente da graduação em Odontologia FAIPE

Tahyná Duda Deps

Pós-doutorado em Epidemiologia (UFMG), Doutorado em Odontopediatria (UFMG), Mestre em Odontopediatria (UFMG), docente da graduação em Odontologia FAIPE

Marcus Vinicius Crepaldi

Cirurgião denstista, Doutor em Ortodontia (USP), Mestre em Ortodontia, Docente da Pós-Graduação em Ortodontia FAIPE

Adriana Aparecida Crepaldi

Mestre em Odontologia (USP), docente da graduação em Odontologia FAIPE.

Andrei Rosa

Doutorando em Ciências Odontológicas Integradas (UNIC/MT), Mestre em Ciências Odontológicas Integradas (UNIC/MT), Especialista em Implantodontia (ABO/MT), docente da graduação em Odontologia FAIPE

Referências

AMARAL, M. Eficácia do laser cirúrgico de diodo no tratamento da hiperplasia fibrosa inflamatória. Belo Horizonte: Faculdade de Odontologia Belo Horizonte; UFMG, 2014.
BARROS, R. Relato de caso clínico de hiperplasia fibrosa inflamatória. Revista Odontológica de Araçatuba, v. 35, n. 2, p. 15-18, jul./dez., 2014.
BOTELHO, G. Prevalência dos casos de Hiperplasia Fibrosa Inflamatória em mucosa bucal. UNICiências, v. 14, n. 1, 2010.
CARLI, J. P. et al. Lesões bucais relacionadas ao uso de próteses dentárias removíveis. Salusvita, Bauru, v. 32, n. 1, p. 103-115, 2013.
FALCÃO, A. Hiperplasia Fibrosa Inflamatória: relato de caso e revisão de literatura. R. Ci. Méd. Biol., Salvador, v. 8, n. 2, maio/ago. 2009.
MELO, M. Tratamento de Hiperplasia Fibrosa Inflamatória pelo Método de Compressão Gradual: caso clínico. Goiânia: Faculdade de Odontologia; Universidade Federal de Goiás, 2016.
NASCIMENTO, J. M. Q. et al. Terapêutica cirúrgica da hiperplasia fibrosa inflamatória gengival. Ciência e Cultura, v. 12, n. 1, jan./jun. 2016.
SANTOS, M. Terapêutica cirúrgica da hiperplasia fibrosa inflamatória. Revista de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial, out./dez. 2004.
Publicado
2021-06-01
Como Citar
OLIVEIRA, Beatriz Marim de et al. HIPERPLASIA FIBROSA INFLAMATÓRIA. REVISTA FAIPE, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 41-47, jun. 2021. ISSN 2179-9660. Disponível em: <https://revistafaipe.com.br/index.php/RFAIPE/article/view/229>. Acesso em: 27 out. 2021.
Seção
ODONTOLOGIA

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>