USO DE PINOS DE FIBRA DE VIDRO NA REABILITAÇÃO ODONTOLÓGICA

  • Bruno Oliveira de Abreu Cirurgião dentista, aluno do curso de Esp. Em Prótese Dentária, FAIPE.
  • Tahyná Duda Deps Pós-doutorado em Epidemiologia (UFMG), Doutorado em Odontopediatria (UFMG), Mestre em Odontopediatria (UFMG), docente da graduação em Odontologia FAIPE
  • Maria de Lourdes Crepaldi Doutora em Educação (Pontifíca Universidade Catóçica de São Paulo), Diretora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da FAIPE
  • Cyra Maria Pires de Carvalho Bianchi Doutorando em Ciências Odontológicas Integradas (UNIC/MT), Mestre em Ciências Odontológicas Integradas (UNIC/MT), Especialista em Implantodontia (ABO/MT), docente da graduação em Odontologia FAIPE
  • Adriana Aparecida Crepaldi Mestre em Odontologia (USP), docente da graduação em Odontologia FAIPE
  • Ana Paula Aguiar Mestre em Ortodontia (UNIARARAS), Esp. em Ortodontia (FAIPE), docente da Pós-Graduação em Ortodontia FAIPE e graduação em Odontologia FAIPE.
  • Leonardo Monteiro da Silva Cirurgião dentista, Esp. em Endodontia e Prótese Dentária, Coordenador e docente da graduação em Odontologia FAIPE
  • Bruna Lorena Oliveira Mestre em Ortodontia (Fundação Hermínio Ometto), Especialista em Implantodontia e Ortodontia, docente da graduação e da pós-graduação em Odontologia FAIPE

Resumo

Após um tratamento endodôntico, remoção do tecido cariado ou mesmo fratura dental, o remanescente coronário pode não proporcionar resistência e retenção à restauração. Nessa situação, pode-se realizar uma ancoragem dentro do canal radicular, utilizando pino de fibra de vidro. O pino de fibra de vidro apresenta vantagens como baixo custo, facilidade da técnica, eliminação da fase laboratorial, conservação da estrutura dental remanescente. Uma desvantagem considerável é a ocorrência de fraturas por conta dessas retenções intra-radiculares. As fraturas podem ser causadas por esforços mastigatórios e esforços parafuncionais. Diante disso, a técnica clínica para a fixação dos pinos pré-fabricados desempenha papel importante na resistência e retenção da restauração. Perante o exposto, o objetivo desse trabalho é realizar uma revisão de literatura sobre pinos intra-radiculares de fibra de vidro.

Referências

FEI, X. et al. Fracture resistance and stress distribution of repairing endodontically treated maxillary first premolars with severe non-carious cervical lesions. Dent Mater J., v. 37, n. 5, p. 789-797, 30 Sep. 2018.
FREITAS, T. L. et al. Effect of Glass Fiber Post Adaptation on Push-Out Bond Strength to Root Dentin. Braz Dent J., v. 30, n. 4, p. 350-355, 22 Jul. 2019.
GÖKTÜRK, H. et al. The effect of the different restorations on fracture resistance of root-filled premolars. BMC Oral Health, v.18, n. 1, p. 196, 29 Nov. 2018.
JAKUBONYTĖ, M.; ČESAITIS, K.; JUNEVIČIUS, J. Influence of glass fibre post cementation depth on dental root fracture. Stomatologija, v. 20, n. 2, p. 43-48, 2018.
KASUYA, A. V. B. et al. Development of a fiber-reinforced material for fiber posts: Evaluation of stress distribution, fracture load, and failure mode of restored roots. J Prosthet Dent., v. 123, n. 6, p. 829-838, Jun. 2020.
LIN, J. et al. Effect of fiber post length and abutment height on fracture resistance of endodontically treated premolars prepared for zirconia crowns. Odontology, v. 106, n. 2, p. 215-222, Apr. 2018.
MERGULHÃO, V. A. et al. Fracture Resistance of Endodontically Treated Maxillary Premolars Restored With Different Methods. Oper Dent., v. 44, n. 1, E1-E11, Jan./Feb. 2019.
OZ, F. D.; ATTAR, N., SUNGUR, D. D. The influence of restorative material and glass fiber posts on fracture strength of endodontically treated premolars after extensive structure loss. Niger J Clin Pract., v. 22, n. 6, p. 782-789, Jun. 2019.
REZAEI-SOUFI, L.; TAPAK, L.; FOROUZANDE, M., FEKRAZAD, R. Effects of motion direction and power of Er,Cr:YSGG laser on pull-out bond strength of fiber post to root dentin in endodontically-treated single-canal premolar teeth. Biomater Res., v. 15, n. 23, p. 17, Nov. 2019.
RODRIGUES, A. C. et al. Surface treatments of a glass-fiber reinforced composite: Effect on the adhesion to a composite resin. J Prosthodont Res., v. 64, n. 3, p. 301-306, Jul. 2020.
SILVA, N. R. D. et al. Effect of Magnification during Post Space Preparation on Root Cleanness and Fiber Post BondStrength. Braz Dent J., v. 30, n. 5, p. 491-497, Oct. 2019.
SUZUKI, T. Y. U. et al. Influence of the depth of intraradicular dentin on the pushout bond strength of resin materials. J Investig Clin Dent., v. 10, n. 4, e12461, Nov. 2019.
Publicado
2021-06-03
Como Citar
DE ABREU, Bruno Oliveira et al. USO DE PINOS DE FIBRA DE VIDRO NA REABILITAÇÃO ODONTOLÓGICA. REVISTA FAIPE, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 135-145, june 2021. ISSN 2179-9660. Disponível em: <https://revistafaipe.com.br/index.php/RFAIPE/article/view/237>. Acesso em: 14 june 2021.
Seção
ODONTOLOGIA

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##